• Experimento
    Experimento

    Laboratório

  • Biblioteca
    Biblioteca

    A biblioteca da Faculdade Engenharia tem obras científicas do domínio de engenharia e outras áreas a fim.

  • Viste  a nossa biblioteca
    Viste a nossa biblioteca

    A biblioteca funciona de segunda-feira até sábado

  • Sala de informática
    Sala de informática

    Para apoiar o ensino e aprendizagem contamos com uma sala de informática altamente equipa

  • Laboratório de mecância
    Laboratório de mecância

    Contamos com laboratórios a medida

  • Laboratório em aula
    Laboratório em aula

    Ambiente dum laboratório durante uma aula

O Gabinete de Cooperação da Universidade Eduardo Mondlane, vai dar um informe sobre Oportunidade de Formação para o Corpo Técnico e Administrativo (CTA), Docentes e Investigadores amanhã dia 26 de Maio de 2016 das 8:30 às 10:00 horas, no Anfiteatro do Departamento de Electrotecnia da Faculdade de Engenharia.

Apela-se a participação de todos.

As Jornadas Científicas da FEUEM irão decorrer de 29 a 30 de Setembro 2016, na sala de reuniões do Departamento de Engenharia Mecânica (DEMA). 
Os objectivos são:
-Promover e criar oportunidade da divulgação dos trabalhos técnico-científicos desenvolvidos por estudantes sob a orientação de docentes e ou investigadores da FEUEM;
-Estimular a participação activa dos estudantes, docentes e investigadores; e 
-Valorizar a investigação científica como prática permanente na FEUEM.
 
As áreas temáticas e os membros para a composição do júri, para avaliação dos trabalhos a serem submetidos para as Jornadas Cientificas da FEUEM, serão definidos de acordo com as áreas (ou secções) dos cursos ministrados nos departamentos académicos.
 
 
Calendário para as Jornadas Científicas da FEUEM 2016
 
 
Data Actividades
20.05.2016   Início de Submissão dos Resumos
17.06.2016   Fim de Submissão dos Resumos
08.07.2016   Divulgação dos Trabalhos aceites / aprovados
09.09.2016   Submissão do Estágio Final (Trabalhos Concluídos)
19.09.2016

  Divulgação dos Trabalhos Aprovados para serem apresentados (Trabalhos a concorerem para o   prémio)

29.09.2016   Apresentação dos Trabalhos ( Apresentação oral na Sala de Reuniões do DEMA e exposição no  stand da FEMOENG)
30.09.2016   Premiação dos três melhores trabalhos

 

Para ver o Edital clike.

"Desde 21 de Dezembro de 2015, a Faculdade de Engenharia da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e país em geral contam com os primeiros quatro mestrados em Engenharia do Petróleo, formados integralmente em Moçambique.
 
Constantino Wilson Nassel, antes licenciado em Engenharia Química, foi o primeiro moçambicano a defender com sucesso a dissertação “Optimizing recovery potential of gas fields through reservoir life cycle”, como forma de culminação de estudos para obter o grau de mestre em Engenharia do Petróleo na mais antiga instituição de ensino superior de Moçambique. Outros candidatos que defenderam no mesmo dia são António Monteiro da Costa Nobre, Alberto Luís Bila e Óscar José Nhabanga.
 

O Mestrado em Engenharia do Petróleo lecionado pela UEM é um mestrado académico composto por 8 disciplinas essenciais, seminários e uma dissertação como forma de culminação do curso. Os conteúdos das disciplinas do mestrado centram-se basicamente nas 4 áreas elementares de ciências geológicas, sistemas de perfuração, engenharia de reservatórios e engenharia de produção. A estrutura e os conteúdos das matérias do curso foram configurados à semelhança de outros cursos de mestrado em Engenharia do Petróleo de instituições de referência de outras partes do mundo. Assim, os graduados possuem um nível profissional suficientemente elevado para competirem com os graduados de outras universidades reputadas do Mundo. Os conteúdos do mestrado são administrados integralmente na Língua Inglesa, em concordância com alguns padrões internacionais para este ciclo de formação. Para além de doutorados moçambicanos, participaram no leccionamento das disciplinas do curso, Professores de renome de várias universidades norte-americanas (Colorado School of Mines, Houston, Texas A & M, Texas Tech, Penn State, Tulsa). O curso de Mestrado é precedido por um ano de Curso Preparatório para candidatos que não possuam formação na área dos petróleos. O programa de pós-graduação em Engenharia do Petróleo na UEM arrancou em 2013.